Notícias

Poder Judiciário recebe primeiros flagrantes encaminhados via PROJUDI CRIMINAL

 

Nesta madrugada, durante o serviço de Plantão da Polícia Civil, realizado no 5º DP, os primeiros flagrantes foram registrados  eletronicamente e encaminhados ao Poder Judiciário via Projudi Criminal. Atualmente, todas as delegacias possuem acesso à internet por meio da rede de fibra ótica, que foi instalada por meio de um convênio entre TJRR e o Poder Executivo.

 

O Poder Judiciário está licitando scanners, impressoras, computadores e demais equipamentos a fim de aparelhar a Polícia Civil, o que otimizará a comunicação entre as instituições do sistema de justiça, bem como o uso do sistema processual eletrônico.

 

O juiz Jarbas Lacerda de Miranda  foi quem recebeu os primeiros procedimentos via Projudi das delegacias. " A tecnologia sempre contribuindo a favor da celeridade na área judicial. A implantação desse sistema digital nas delegacias foi um grande passo e avanço para o Poder Judiciário. Tudo ocorre online, assim que encaminham os procedimentos recebemos, tudo super rápido", afirmou.

 

Durante 15 dias o Poder Judiciário, por meio da Secretaria de Tecnologia da Informação, está sediando no 5° DP a fim de que ocorra um trabalho conjunto entre as instituições. Decorrido  esse período, todas as Delegacias estarão aptas a encaminhar os procedimentos de forma virtual.

 

 O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Almiro Padilha, destaca a importância deste momento para toda a rede de Justiça.  " Esse trabalho é o começo do fim de uma época lenta e burocrática na transmissão de flagrantes e inquéritos das delegacias para o Judiciário. É uma etapa vencida no combate à morosidade que gera a impunidade", comentou.

 

O Projudi - Processo Judicial Digital é um sistema que permite a tramitação totalmente eletrônica de processos judiciais via internet. Seu funcionamento é simples e seguro. Os pedidos serão registrados eletronicamente, com distribuição e cadastramento automático do processo. A partir daí, todos os atos serão realizados de maneira virtual, eliminando-se o papel.

 

Vantagens da adoção do Projudi  Criminal :todas as movimentações processuais que não envolvem a atividade intelectual do juiz são eliminadas, o que reduz sensivelmente o tempo de julgamento da ação; acabará com o dilema do acesso aos autos para a defesa quando se encontram em carga para o Ministério Público ou baixados à Delegacia de Polícia; possibilitará a consulta e peticionamento nos autos 24h por dia e de qualquer lugar do mundo, sem contar com a redução dos custos de um processo em papel, com material (capa, grampos, papel, tinta, entre outros) que redunda em economia para todos os contribuintes.

 

Boa Vista, 27 de dezembro 2016.

Núcleo de Relações Institucionais – NURI

Escritório de Comunicação