Notícias

Varas de Família possuem sala psicossocial

 
Como parte de um projeto denominado "Nosso(s) Filho(s)", a 1ª e 2ª Varas de Família da Capital dispõem, agora, de uma sala para atendimento psicossocial, composta de ambiente para atender o casal (ou cada parte do processo) e as crianças separadamente.
 
A sala foi visitada na última quinta-feira (6) pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Roraima, desembargador Almiro Padilha, e pela corregedora-geral de justiça, desembargadora Tânia Vasconcelos, acompanhados pelo juiz titular da 1ª Vara de Família Fernando Mallet.
 
De acordo com o psicólogo Marinaldo Soares, que executa o projeto, “nos atendimentos técnicos psicossociais procuramos esclarecer dúvidas, aconselhar, orientar, encaminhar, acompanhar e avaliar, fornecendo subsídios por escrito, mediante laudos/relatórios, ou verbalmente, na audiência, buscando subsidiar a autoridade judiciária para que possa melhor proferir sua decisão de livre convencimento", afirmou.
 
Na prática, o atendimento psicossocial busca esclarecer dúvidas sobre o instituto da guarda compartilhada; aconselhar psicossocialmente pais ou responsáveis nas relações paterno-filiais; orientar pais ou responsáveis na consecução de procedimentos pertinentes à guarda compartilhada; encaminhar pais ou responsáveis para inclusão em programa oficial ou comunitário de auxílio, orientação e tratamento a alcoólatras e toxicômanos, ou promoção da família; acompanhar temporariamente a consecução da sentença judicial e,  avaliar e elaborar estudos de casos para assessorar tecnicamente a autoridade judiciária na instrução e julgamento dos processos. 
 
 
Boa Vista, RR 10 de outubro de 2016.
Núcleo de Relações Institucionais do TJRR - NURI
Escritório de Comunicação Social