Notícias

TJRR encerra programação alusiva ao dia do Magistrado

Encerra hoje (10) a programação do Tribunal de Justiça de Roraima em alusão ao dia do Direito, do Magistrado e do Advogado. Quem não prestigiou a exposição fotográfica “Fragmentos da História”, ainda pode conferir até o próximo dia 22 deste mês no Roraima Garden Shopping. Além disso, mais uma campanha educativa sobre Justiça na Prática e Paz Social está disponível nas redes sociais e no site do Tribunal de Justiça.

 

De acordo com o presidente do Tribunal de Justiça de Roraima, desembargador Almiro Padilha, o dia 11 de agosto é feriado na Justiça. “Tentamos homenagear a data com uma programação que exprimisse a importância da atuação, não só do Poder Judiciário no Estado, mas de todos aqueles órgãos e profissionais que são fundamentais ao funcionamento da Justiça”, afirmou.

 

Padilha enfatizou que o Poder Judiciário de Roraima, durante os 25 anos de atuação no Estado, consolidou-se. E buscou organizar-se, com o objetivo de atender à demanda cada dia maior. Ao longo do período, milhares de conflitos foram julgados tanto na área cível quanto na criminal. Tais decisões impactaram a vida de muitas pessoas.

 

“Além da função principal de decidir, as atividadesdo Poder Judiciário também sãodesempenhadaspor meiode projetos e iniciativas que buscam otimizar a qualidade da prestação jurisdicional. Podemos destacar a Central de Conciliação e Distribuição dos Juizados, a Vara da Justiça Itinerante, aPatrulha Maria Penha, oPrograma Pai Presente, o Projeto Maria vai à Escola, além da Ouvidoria, que é um canal importante de comunicação entre a população e o TJ/RR”, disse o presidente.

 

Ainda, conforme Padilha, o Tribunal de Justiça tem buscado realizar a Justiça para a promoção da paz social e, num futuro próximo, almeja ser reconhecido como um Poder célere, efetivo, moderno e parceiro. “Esse é o nosso objetivo. Ele está, inclusive, em nosso planejamento estratégico. Estas frases retratam, respectivamente, a missão e a visão do Tribunal de Justiça de Roraima”.

 

“Muitas vezes, pode parecer difícil compreender como o Poder Judiciário soluciona conflitos e ajuda a formar uma sociedade de paz. Maso Direito e a Justiça estão no dia a dia de cada cidadão, manifestam-senas famílias, nas casas, escolas, bairros e cidades inteiras”, finalizou.

 

Boa Vista, 10 de agosto de 2016.

 

Núcleo de Relações Institucionais – NURI

Escritório de Comunicação