Notícias

Campanha possibilita redução do consumo de energia no Fórum Criminal

 

Uma iniciativa adotada pela Diretoria do Fórum Criminal Ministro Evandro Lins e Silva, que visa à conscientização dos servidores, magistrados e colaboradores para redução do consumo de energia elétrica tem surtido resultados desde que a campanha foi implantada no mês de março deste ano. Já nos meses de maio e junho foi possível observar uma redução significativa de mais de R$ 4 mil. Um percentual de 20% em relação ao mês de março.
 
De acordo com o gestor do Fórum Criminal, Vilton Flor, o prédio foi construído para aproveitar ao máximo a iluminação natural, com a implantação de salas com amplas janelas de vidro, com dutos de ventilação. É uma construção que atende às exigências do Código de Defesa do Meio Ambiente, bem como Resoluções do Conselho Nacional de Justiça e do Tribunal de Justiça de Roraima.
 
Além disso, de acordo com o gestor, o sistema de ar-condicionado é do tipo inteligente (VRF), no qual é possível economizar em torno de 27% em relação aos condicionadores existentes no mercado.
 
“Quando iniciamos nossas atividades no Fórum, constatamos um alto consumo de energia; e por meio da nossa diretora, a juíza Graciete Sotto Mayor, iniciamos um trabalho de conscientização junto aos nossos servidores e demais colaboradores no sentido de passarmos a utilizar mais a luz natural, quando possível, com abertura das cortinas; e com isso, diminuir a luz artificial”, afirmou Vilton, enfatizando que a iniciativa continua. 
 
Boa Vista, 26 de julho de 2016.
 
Núcleo de Relações Institucionais – NURI
Escritório de Comunicação