Notícias

Tribunal de Justiça se prepara para realizar primeiro leilão eletrônico

 

Em uma reunião realizada na manhã desta terça-feira (22), no auditório do Fórum Advogado Sobral Pinto, o Tribunal de Justiça de Roraima, apresentou aos magistrados, promotores de Justiça, delegados e servidores do TJ, o Sistema Eletrônico de Leilão judicial e extrajudicial.

 

A presidente do TJRR, desembargadora Elaine Bianchi deu início a reunião, destacando que a intenção do encontro é dar ciência aos magistrados, delegados, promotores de como funciona o leilão eletrônico e como será a remoção desses bens.

 

O diretor do Fórum Criminal, juiz Breno Coutinho destacou a importância do leilão eletrônico para desafogar os prédios do TJ e delegacias que acondicionam esses bens apreendidos. “A ideia da Presidência é divulgar o que está sendo feito, pois o leilão traz vários benefícios para o judiciário, e é fundamental que juízes e advogados saibam como funciona essa ferramenta”.

 

A apresentação da plataforma do leilão eletrônico foi feita pelo leiloeiro público credenciado pelo TJRR, Wesley Ramos, conforme prevê a Resolução nº 236 do Conselho Nacional de Justiça.

 

De acordo com Reubens Mariz, secretário de Infraestrutura e Logística do TJRR, o pátio do leiloeiro credenciado conta com 18 mil metros quadrados, serviço de segurança 24h, bem como câmeras de monitoramento e cerca elétrica. A partir de agora, ao invés do juiz deixar o bem apreendido no espaço de uma delegacia, ou numa área pertencente ao Poder Judiciário, ele poderá destinar o bem para alienação e consequentemente, o mesmo será removido ao local adequado.

 

“A intenção é que todos tenham ciência da benesse que é fazer o leilão eletrônico para desafogar delegacias, centro de materiais apreendidos e o próprio Tribunal, além da parte social, pois esses locais ficam insalubres, viram criadouros de mosquitos, pois existem carros e motos sucateados, sem contar a perda imensurável dos bens”, disse ao destacar que esse será o primeiro leilão eletrônico em 26 anos de existência do TJRR.

 

A previsão, segundo o secretário é de que o primeiro leilão eletrônico aconteça na primeira quinzena do mês de setembro. “Na sequência queremos fazer mais dois leilões ainda este ano”, finalizou.

 

 

Boa Vista, 22 de agosto de 2017

 

 

Núcleo de Comunicação e Relações Institucionais

Escritório de Comunicação