Notícias

Justiça determina bloqueio de valores de deputada federal e ex-governador de RR

 

O Poder Judiciário Estadual determinou no dia 15 de agosto, a indisponibilidade dos bens da deputada federal Shéridan Estérfany Oliveira de Anchieta, do ex-governador de Roraima, José de Anchieta Júnior e do coronel Edison Prola, ex-comandante da Polícia Militar do governo Anchieta e atual comandante do governo Suely Campos, no valor de quase 40 mil, por utilizarem a estrutura pública do Governo para realização da festa particular de Shéridan quando ainda era primeira dama do Estado em abril de 2010.

Na ação civil púlica por ato de improbidade admnistrativa movida pelo Ministério Público do Estado de Roraima consta que a aeronave do Governo (PR ERR Learjet 55C) foi utilizada para transportar o MC Sapão, contratado para cantar no evento. O valor gasto com combustível e horas pagas ao piloto e co-piloto foi de quase R$ 40 mil.

De acordo com o juiz Luiz Alberto de Morais Júnior a deputada federal Shéridan de Anchieta teve o valor bloqueado em sua integralidade. Já o ex-governador Anchieta Júnior e o comandante Edson Prola, tiveram valores bloqueados com saldo inferior ao valor estipulado na decisão, em virtude de insuficiência de recursos nas suas contas bancárias.

Ainda conforme o magistrado, como o valor referente ao dano aos cofres públicos foi bloqueado em sua integralidade, deverá ser transferido para conta judicial. Além disso, a ação de improbidade administrativa terá seguimento e poderá resultar na condenação de todos os envolvidos pela perda da função pública, suspensão dos direitos políticos, pagamento de multa civil e proibição de contratar com o Poder Público.

Boa Vista, 18 de agosto de 2017.

Núcleo de Comunicação e Relações Institucionais – Nucri
Escritório de Comunicação