Notícias

TJRR apoia Projeto “Atleta Olímpico”

 

O Tribunal de Justiça de Roraima, por meio da Vara de Penas e Medidas Alternativas – Vepema, destinou recursos oriundos de projetos sociais aprovados pelo Poder Judiciário para a Associação América Champion Boxing, que trabalha com a inclusão social de crianças e adolescentes através da prática do boxe.
 
A entidade foi beneficiada com a aquisição de material esportivo (luvas de boxe, bandagens, protetores bucais, capacetes e manoplas) que irá melhorar as condições de treinamento e participação dos atletas em competições nacionais e internacionais.
 
Segundo o presidente da associação, professor Ronaldo Silva, o projeto “Atleta Olímpico” atende de forma gratuita 141 crianças e adolescentes dos bairros União, Santa Tereza, Caranã, Cauamé, Piscicultura e Jardim Primavera, e visa, através do boxe, promover melhorias no convívio social dos atletas, na capacidade física, nas habilidades motoras, disciplina, respeito, bem como estimular metas a serem alcançadas, o reforço escolar, controle emocional, superação e o espírito esportivo; além de prevenir o envolvimento dos jovens com a violência e as drogas. 
 
De acordo com o professor, os recursos recebidos pela Vepema proporcionaram um considerável impacto para a associação, uma vez que o valor de R$ 7 mil utilizado para a compra de materiais esportivos fez com que os atletas sentissem mais motivação para os treinamentos, utilizando os equipamentos novos que a instituição não dispunha.
 
Para Janderson Melo, um dos atletas participantes do projeto, medalha de ouro no campeonato brasileiro de boxe 2015 e bronze em 2016, o projeto contribuiu não apenas para os resultados obtidos nas competições, mas também na melhoria do rendimento escolar, na interação com a família e na busca de novos sonhos, uma vez que ele almeja ser selecionado para a seleção brasileira de boxe e também participar das olimpíadas de 2020; profissionalmente, deseja seguir a carreira jurídica. “Graças ao boxe e ao professor Ronaldo, aprendi a ser um cidadão de bem”, destacou.
 
Antonio Reis, pai de um dos alunos, ressaltou que a instalação do projeto no bairro foi extremamente positiva, inclusive na vida do seu filho, que melhorou o rendimento escolar e o convívio familiar, e hoje está empenhado nos treinamentos para competições nacionais. Disse ter muita esperança que um dos atletas ainda vai integrar a delegação olímpica brasileira.
 
Boa Vista, 21 de março de 2017.
 
Núcleo de Relações Institucionais – NURI
Escritório de Comunicação